quarta-feira, 1 de julho de 2015

Dica Doméstica


A pesar de trabalhar fora, e muitas vezes chegar em casa só depois das dez da noite durante a semana, eu procuro sempre me organizar nas tarefas de casa...




Toda quinta-feira, por exemplo, é dia de trocar as roupas de cama e toalhas. Aí já lavo na quinta à noite, e elas secam na sexta, pra normalmente no sábado quase não ter roupas pra lavar e secar.

Só passar... Tarefa que eu confesso que não gosto muito.
Mas tenho uma dica que me ajudou a gostar um pouco mais desse momento, e desta tarefa inevitável da nossa vida, que é passar roupas.



Comecei a usar o facilitador de passar. Antes de usar isso eu confesso que não achava que teria grande vantagem, ou notaria diferença. Mas tem sim! 
Além de deixar as roupas bem cheirosas, ele facilita mesmo o passar. O ferro desliza melhor, e fica bem mais fácil.
Aí não satisfeita o suficiente com o cheirinho do produto, fui lá por conta própria e misturei 2 tampas do meu amaciante favorito Downy azul, no frasco do facilitador.
E agora as roupas ficaram ainda mais cheirosas. Super perfumadas mesmo! E um perfume bom de amaciante que fixa muito bem e dura na roupa.
Depois dessa, comecei a usar essa misturinha cheirosa na casa toda!
Uso nas toalhas de rosto do banheiro, nos cobertores, nas roupas de cama, toalhas de banho, cortinas... enfim. Agora aqui em casa tudo tem cheirinho bom de roupas recém lavadas.
Muito bom! 



Outro produtinho milagroso que eu não abro mão, são estes dois que uso pra limpar o fogão.

A pasta brilho Poly e o spray Clean Glass.
São produtos que não sei se são encontrados facilmente no mercado, mas podem ser encontrados em lojas especializadas em limpeza. Eu conheci a pasta brilho Poly há muito tempo através do meu tio que tinha uma loja só com produtos de limpeza, ele me deu esta pasta pra experimentar e eu amei.
Ela pode ser usada em tudo de inóx e alumínio. Pra lavar panelas, formas e fogão. Eu uso no meu e não tem nada igual. Dá um brilho muito bom. Parece novo!
E o spray Clean Glass conheci há pouco tempo quando eu e minha família resolvemos também abrir uma loja neste segmento, especializada em produtos de limpeza. Este produto é indicado para várias superfícies mas principalmente vidros, espelhos, inóx... Ele cria uma película protetora que impede no caso do vidro, espelhos, que fiquem as marcas de mão sabe? E no caso de sujar, respingar água, gordura (no caso do fogão) basta um pano meio úmido ou quase seco para limpar, por várias e várias vezes até que o efeito da cera tenha acabado. Aqui em casa usamos em tudo, nas torneiras cromadas, nos vidros, espelhos e também no fogão, porque descobri que fica muito mais fácil pra limpar qualquer sujeira nele depois e ele fica muito mais tempo limpo. A combinação desta pasta brilho + a cera de película protetora no fogão é perfeita! Vale a pena procurar na cidade de vocês e testar.
O resultado é muito bom!



E outro companheiro inseparável que eu tenho por aqui também, é o rolinho adesivo. 
Já usava de vez em quando pra tirar pelinhos das roupas, mas desde que descobri que ele é ótimo também para usar no tapete da sala, ele não pode mais faltar aqui em casa! 
Meu tapete da sala é enorme, peludo e todo preto. Adoro ele! Mas qualquer fiapinho branco que cai no chão, já aparece de longe. Então deixo sempre a mão um rolo adesivo pra usar no tapete. 
Passo ele sempre depois de passar o aspirador, e ainda assim sai bastante sujeira que o aspirador não conseguiu tirar. E também sempre que acho necessário; quando começam aparecer alguns pelinhos brancos que se destacam no tapete preto. 
Acho esse rolinho muito prático e facilitou muito meu dia a dia aqui em casa.


Duas coisinhas bem legais que vi a dica na internet e comecei a fazer aqui em casa também:

*Colocar algumas gotas do óleo Coala num papel toalha, dobrar e colocar no fundo das lixeiras antes de colocar o saquinho de lixo. 
Fica um cheirinho bem agradável toda vez que a lixeira é aberta. 

*Na hora de cozinhar as batatas da maionese de todo domingo também aprendi uma dica bem boa.
Fazer um corte no meio e ao redor de toda ela. Bem superficial, só pra marcar a casca.
Aí depois de cozida, é só segurar a batata com as duas mãos e puxar a casca. Ela sai inteirinha sem necessidade de faca para descascar. 

.
.
.


E você tem alguma dica doméstica legal pra compartilhar com a gente? Deixe nos comentários.  
Tudo que facilita e deixa nossa rotina em casa mais agradável, é sempre bom!



^__^


segunda-feira, 29 de junho de 2015

Fim de Semana 26: Home Sweet Home


A gente pode sair, passear, viajar...
Mas não há sensação melhor do que chegar em casa!
Estar na casa da gente, no nosso cantinho, do nosso jeito...
Faz parte das pequenas felicidades da vida.
Eu amo. Amo ficar em casa. Sou caseira mesmo.
E encontrei alguém que divide comigo esse gosto, essa caseirice.
Sou grata por isso, e por todas as pequenas coisas grandiosas do nosso dia a dia...
Amo muito tudo isso!!!

=)




No sábado programei o despertador bem cedinho, pra poder acordar e aproveitar melhor o dia.
Tinha faxina na casa pendente, roupas pra lavar e passar... enfim essas coisas que vão acumulando da semana. Mas o relógio despertou, eu desliguei e dormimos de novo, até passar das 10h.
Pelo menos descansamos rsrs... Tomamos um café da manhã rapidinho e bora lá que o dever da casa chamava! rs




Algumas horas de faxina depois, vem a recompensa: Casa limpa, cheirosa, roupas lavadas e passadas. 
Hora de tomar um banho, colocar uma roupa gostosa e curtir a casinha... 




Sofá, cobertor, série e pinhão.
Felicidade define!




- Miojo alho e óleo, nosso almoço rapidinho de sábado.
- A noite marido preparou um risotinho delícia. Os dois de pijama, na cozinha, cozinhando e tomando vinho... Sábado perfeito!
- Vinho que trouxemos da Serra. Muito bom.
- E depois, cobertor e filme. s2




Já no domingo acordei inspirada e o café foi mais caprichado.
Fiz waffles, enquanto ele fazia o café.
O dia começou doce!



Também deu tempo de fazer a maionese e a sobremesa (que já tinha adiantado no sábado) pra levar pro almoço na casa da mamis.
Fiz o manjar branco da preguiça!
Bati no liquidificador: 1 lata de leite moça + 1 caixa de creme de leite + 2 vidros de leite de coco + 1 sachê de gelatina sem sabor já dissolvido. Aí é só colocar na forma e levar pra gelar.
Na hora de servir, desenforma e coloca a calda de ameixas (em lata).
Prático, delícia e sempre dá certo!




- Na casa de mamis enquanto marido preparava o churrasco...
- De tarde quando voltamos pra casa, estava friozinho e gostoso. Então deu vontade de chocolate quente. Fui pra cozinha e fiz rapidinho!
1 xícara de leite + 1 colher de maizena + 3 colheres de chocolate em pó (canela e açúcar a gosto)
Mistura tudo na caneca e leva ao microondas por 2 minutos. Tirei duas vezes pra mexer, e no final estava assim como na foto, super cremoso.



Aí é só escolher um filme, e curtir o chocolate quente!



O restante do domingo foi assim...
Pijama o dia todo, sofá, série e filmes.



Recarregar as baterias pra nova semana que começa... 


Que seja boa!
Que seja doce!


^__^



quarta-feira, 24 de junho de 2015

Passeio: Rio do Rastro Eco Resort (parte 2)


Continuando então o post anterior...

Ficamos hospedados no Rio do Rastro Eco Resort, e já na recepção o atendimento foi ótimo.
Chocolate quente, clima de descontração, tudo pra fazer a gente se sentir em casa... E deu certo! rs

=)





Ficamos em um chalé com vista linda para o lago, com lareira e jacuzzi. Perfeito!
E a paisagem é linda, parece uma pintura.




Além de sala de jogos, massagem, sauna, piscina... na recepção do hotel tem um armário cheio de livros e dvds à disposição pra gente ver no chalé. Super legal.
E nos quartos, uma bandeja linda com água quente, xícaras, chá e café solúvel pra gente fazer ali mesmo quando der vontade.
Achei o atendimento, e o cuidado com o hóspede impecável!
Quando saíamos pra jantar e voltávamos á noite, o quarto estava todo arrumadinho, quentinho com a lareira acesa... Os lençóis elétricos já ligados e a cama quentinha. Uma delícia! E a delicadeza de um chocolatinho nugali em cada travesseiro... um amor!
Nos banheiros também tinha uma coisa que não se vê todo dia por aí rsrs, aquecedor de toalhas. Pense sair do banho e a toalha estar lá quentinha te esperando... Tudo de bom!
Mas lá é tão frio, que coisas assim acabam sendo normais. Lençóis térmicos, lareiras e aquecedores em todos os ambientes, água quente pra tudo, e aquecedores de toalhas...
E aquela foto do café tem história.
No fim da tarde é servido um café no restaurante, mas marido conseguiu torcer o pé enquanto passeávamos. Então agendou massagem pra fazer bem na hora do café, e acabamos não podendo ir comer.
Então estávamos na recepção esperando a massagem dele e comentamos que até a hora da janta iriamos ficar com fome, e um dos rapazes do hotel nos ouviu, e de repente surge na nossa frente trazendo uma bandeja com térmicas de café, leite e outras guloseimas. E ainda falou: "Se Maomé não vai até a montanha..." rsrs
Como eu falei, atendimento super incrível do pessoal de lá.
Se um dia tiverem oportunidade de visitar esta região super recomendo este hotel.
Além do proprietário que é super gente boa, legal, vem puxar conversa com a gente, e faz de tudo pra agradar.



E coisas legais pra fazer também não falta por lá! 
Dá pra sentar na varanda do chalé, apreciar a vista enquanto toma um chá...



Ou relaxar na banheira de espuma, com uma taça de vinho...



Sentar perto da lareira, ler um livro, conversar, descansar...



Passear pelas áreas do hotel.
Só paisagens lindas!



Vista do restaurante...


Deck do restaurante...


Fazer passeios de canoa, ou pescar trutas no lago...



E se ainda não for o bastante, no próprio hotel é possível agendar várias atividades.
Como cavalgadas, passeio de jeep, trilhas, caminhadas pelos cânions e até piquenique com direito a café fresquinho feito na hora numa cafeteria mocha italiana, enquanto você e seu amor curtem a vista lá no alto do cânion. Tem coisa mais romântica? 
E ainda tem vários outros pacotes de passeio que incluem visitas à cidades próximas (e igualmente frias e belas) como Urubici e São Joaquim. 
E também visitação às vinícolas da região. 

Por pura falta de tempo (ficamos só um fim de semana ), optamos por fazer alguns passeios por conta própria. 

Visitamos o cânion da Ronda e a usina eólica, que ficam bem próximo ao hotel. 



Tentamos ir até Urubici,  mas no sábado o tempo fechou, começou a chover e não veríamos nada no morro da Igreja e na pedra furada, pontos mais bonitos da cidade. 
Então acabamos indo pra São Joaquim. 
Lá visitamos a Casa do Vinho, loja que comercializa os vinhos da região, e já garantimos alguns pra completar nossa adega...

Depois seguimos à vinícola Monte Agudo. 
Lá é servido o almoço com entrada, prato principal e sobremesa, enquanto degustamos os vinhos produzidos por eles, e curtimos a vista linda em volta do vinhedo. Um vinho melhor que o outro! E o atendimento personalizado, direto com a proprietária, faz toda diferença. Vale muito a visita!
E claro, no final podemos comprar pra trazer pra casa os vinhos que mais gostamos, e direto com eles sai super em conta.  



Ainda em São Joaquim, resolvemos dar uma volta na cidade e podemos sentir um pouco do frio que faz por lá. 
Muito frio e muito vento também!



De volta ao hotel, no sábado à noite tem Galpão Crioulo. Com direito a música campeira, pinhão, churrasco e mais tarde a tradicional comida serrana.
Tudo num clima de descontração, em volta da lareira. 
Muito legal!




Nesta noite fomos dormir tarde, e acordamos cedinho pra pegar a estrada de volta logo depois do café. 
Mas antes, um último momento na sacada do chalé admirando a paisagem pra ficar guardada na memória...



Neste fim de semana, também foi nosso aniversário de casamento. 
7 anos...
Tão bom passar esta data num lugar tão lindo e especial como este!
S2

Nosso passeio terminou no domingo a tardinha, mas ficou forte o desejo de voltar em breve (de repente num mês ainda mais frio pra ver a neve rsrs).

E fica aqui minha sugestão de destino a quem também gosta do clima mais frio, e procura um roteiro pra uma próxima viagem. Quem tiver oportunidade, conheça a Serra do Rio do Rastro, com certeza vale muito a pena!
E por mais corrido que sejam nossos dias, é sempre bom poder dar uma pausa, descansar e recarregar as energias num lugar como este.

A gente merece! 


^__^



segunda-feira, 22 de junho de 2015

Fim de Semana 25: Passeio, Serra do Rio do Rastro


Neste fim de semana resolvemos fazer algo diferente, sair da rotina e fazer algo que há tempos estávamos querendo, subir a serra (literalmente)...



Então na sexta de manhã pegamos a estrada, e por volta de 4 horas depois, chegamos a tão esperada, exuberante e incrível serra do rio do rastro. 




A Serra do Rio do Rastro é um dos principais cartões postais de Santa Catarina. 
Está localizada entre os municípios de Lauro Müller e Bom Jardim da Serra, fazendo a ligação entre o litoral e a serra catarinense. Ela está a pouco mais de 60 km de distância de BR-101, para quem vem do litoral, e a 50 km de São Joaquim, para quem está na serra. 
A estrada ao longo da serra tem 12 km e o piso é de concreto na maior parte do trajeto. Ao todo são 284 curvas, nos mais variados ângulos e inclinações, na encostra de paredões e na beira de abismos muito altos. A pista é bem estreita e é praticamente impossível fazer qualquer tipo de ultrapassagem.
Descer ou subir a serra requer muita atenção e, principalmente, um carro em boas condições. É preciso ir muito devagar, pois há várias curvas muito fechadas que impedem o motorista de ver se está vindo carro na direção oposta. Ao longo do trajeto há alguns mirantes, onde é possível estacionar o carro e sair para curtir o visual. A maioria desses mirantes está no sentido de quem sobe a serra. Há algumas cascatas pelo caminho e é comum encontrar pedras pela pista. Em dias de neblina muito forte, a estrada pode ficar fechada por um tempo.



Esta foto é uma vista aérea da serra. 
É um painel que fica bem em frente ao mirante. 



Mas ela vista ao vivo, é magnífica! 
Cada curva é um suspiro, uma nova paisagem...
Confesso que achava que ia dar um medinho na hora que passássemos por ela, mas não deu não. O lugar é um atrativo turístico, e é lindo demais. Então todo mundo que vai passando ali, vai bem devagar, tirando fotos, e respeitando muito os outros carros e caminhões que passam por ali também. 
Então achei super tranquilo, e a beleza da paisagem me fez esquecer completamente o medo.




Tivemos sorte de pegar um dia de céu azul e com ótima visibilidade. Não é raro encontrar a serra totalmente envolta em neblina, toda branca e linda também. Mas pra quem vai conhecer, e subir pela primeira vez, um dia de céu azul e serra toda visível, é um privilégio! 




Muitas curvas depois, chegamos ao topo da serra, e no mirante mais alto.
Onde dá pra ter uma visão panorâmica e deslumbrante da serra toda, e também de alguns cânions mais próximos. 



Vista incrível! 
Com céu claro e tempo bom como estava neste dia, dando zoom na câmera dava pra ver até o mar.
E a imensidão de verde e montanhas em volta... Obras perfeitas de Deus!



Lá em cima encontramos também com um amiguinho bem simpático, o Quati.
Eles ficam por ali interagindo com os turistas, principalmente em busca de comida, como pinhão, que vende numa das barraquinhas lá em cima.
Ahh, e o clima nas alturas também muda completamente. Já na subida percebemos a mudança brusca de temperatura. Começamos a subida com o termômetro do carro marcando 15 graus, e conforme subíamos ela ia caindo, até chegarmos lá em cima estava marcando 5 graus.
E naquela mesma noite pelo programa do celular, chegou a marcar -1, com sensação térmica de -3. 
Muito frio!

Esta região já é bem conhecida por registrar recordes de baixa temperatura nesta época, e atrai muitos turistas em busca de frio e da neve, mais frequente nos meses de julho. Na semana anterior a que viajamos, deu -7 graus, com sensação térmica de -20 graus... Pense no frio!!! 
Isso que o inverno nem tinha começado ainda rsrs...




Bom que lá em cima, em frente ao mirante da serra, tem uma cafeteria muito boa.
Ótima pedida pra um chocolate quente! 



Depois da pausa pro café, seguimos rumo ao nosso hotel.
Que ficava bem ao lado da cafeteria, em frente ao mirante da serra, bem no topo da serra do rio do rastro. 



Portal de entrada ao hotel.



Vista linda de toda estrutura logo na chegada.



Chegamos e fomos na recepção fazer o chek in. E antes de qualquer coisa nos oferecem um chocolate quente... E que delícia! Super cremoso e forte. Confesso que nos dias que ficamos ali, fui várias vezes na recepção só pra tomar mais daquele chocolate delícia rsrsr...



Feito o registro, nos apresentam o hotel e nos levam ao nosso chalé.
Que por sinal já estava quentinho, com a lareira acesa! 
Neste chalé que ficamos estavam estreando uma nova lareira, substituindo a antiga a lenha, esta nova é a base de pallets, mais sustentável e ecológica.
Olhando desatento parecia um aquecedor, mas tinha fogo de verdade lá dentro, aquecia bem mais que a lareira a lenha, e não deixava cheiro de fumaça no quarto. Bem legal!



Logo foi servido o café da tarde no restaurante, também ao lado da lareira e super quentinho. 
Dava até um choque térmico ao entrar e sair pra fora depois, por causa do frio.
E depois do café, fomos conhecer um
 pouco mais do hotel. 

Mas isto é  assunto pra outro post...
Pra não ficar muito longo dividi em duas partes, e logo eu volto com a segunda.


;)

.
.
.

Boa Semana!